Pular para o conteúdo

Mythe de la cuisine française

maio 25, 2011

Em 1986 a Áustria estava em guerra com a Turquia. A guerra russo-turca começou quando a coalizão européia (Áustria, Polônia e Veneza) se aliou à Rússia; e fez parte de uma série de conflitos entre o Império Otomano e a Santa Liga composta por países Europeus.
Certa noite, padeiros austríacos ouviram que os turcos cavavam um túnel sob o acampamento da Santa Liga para um ataque surpresa. Com esta informação, os turcos foram derrotados. Em comemoração ao acontecido, os padeiros criaram um croissant em forma de lua crescente em alusão à bandeira dos perdedores.
A conhecida iguaria francesa não é invenção dos Franceses.

Menos francês ainda é o pão.
No fim do século XVIII a França passou por uma intensa crise de abastecimento impulsionada pela seca e faltava até trigo para fazer pão. Mas o pão feito na frança nada tem a ver com o pão francês que todos os dias marca presença na mesa dos brasileiros. No fim do século XIX o pão mais comum do Brasil era completamente diferente dos pãezinhos que conhecemos hoje; aproximavam-se as baguetes e pães italianos, com miolo e casca escuros. Na tentativa de reproduzir o pão que as famílias ricas conheciam na Europa pela aparência – miolo branco e casca dourada – foi inventado o pão francês brasileiro que leva açúcar e gordura.

Anúncios

From → Quimeras

One Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: